A importância do Inglês no Agronegócio

Como já falamos aqui, o inglês deixou de ser um diferencial nos currículos para se tornar uma exigência básica. Isso em qualquer segmento de atuação. E não basta ter, apenas, o inglês básico para a comunicação no dia a dia. Faz-se necessário um inglês mais técnico, com termos e expressões próprias de sua área de atuação. O inglês no agronegócio, por exemplo, torna-se imprescindível.

Por isso, vamos mostrar um pouco mais como você pode utilizar o inglês no agronegócio para obter maiores faturamentos e facilitar a sua comunicação. Portanto, fique com a gente!

ingles-no-agronegocio-aula-centro-oeste-cambly

Por Que Entender como o Inglês no Agronegócio é importante?

O cenário atual, iniciado na década de 90, com a globalização, tornou-nos dependente de uma comunicação mais efetiva para a sobrevivência econômica. E, por que não dizer, simplesmente, sobrevivência, visto que a troca de mercadorias entre nações é fundamental para o bem-estar da população.

Assim o inglês técnico, mais precisamente, o inglês no agronegócio se tornou uma real necessidade. Por ser um dos segmentos mais complexos da economia, é um setor que clama por mais treinamento. Treinamento que não encontramos nas escolas tradicionais. O que causa grande impacto, visto que o setor responde por 25% do PIB nacional.

O acesso a novas tecnologias

Outro fator a se considerar é que o inglês no agronegócio, não facilita apenas nas transações comerciais. Mas, por ser a língua mais falada do mundo, ela dá acesso às novas tecnologias necessárias para que o trabalho seja mais rápido e produtivo.

O profissional que sabe inglês não saberá apenas comprar o equipamento correto. Contudo, também operá-lo corretamente e treinar o seu pessoal caso ele, ainda, não saiba o inglês também. Dessa forma, este também conseguirá analisar melhor as pesquisas sobre o mercado e, assim, estar mais atento para as mudanças do cenário.

A economia é grande para os profissionais e para as empresas que investem no inglês no agronegócio. Isso porque os custos com um intérprete, especializado, são reduzidos. Custos não só em dinheiro, como em tempo.

Estamos Perto de Níveis Aceitáveis de Inglês no Agronegócio?

Infelizmente não. Por diversos problemas sociais, o nível de inglês no Brasil está muito abaixo na maioria dos setores. Segundo pesquisa feita pela British Council, apenas um em cada 20 brasileiros é capaz de se comunicar no idioma. Os outros 19, infelizmente, não se encontram preparados para um mercado com cada vez maiores exigências.

Portanto, as empresas que investirem no inglês, no agronegócio, sairão na frente de seus concorrentes. Poderão ter acesso antecipado a novas tecnologias e custos menores, visto que não pagarão o preço da ignorância.

agribusiness-ingles-aula-centro-oeste-cambly

Qual o Custo de Um Treinamento Especializado?

Varia. Visto que o inglês no agronegócio é uma área ainda nova. Sendo assim, esse valor é flutuante. Porque, por ser um conhecimento fora daqueles passados nas escolas tradicionais, ele pode ser um pouco mais caro.

Mas, como dissemos, o preço de não ter um conhecimento, a longo prazo, é muito mais caro. A quantidade de oportunidades perdidas é muito grande para quem não sabe inglês.

Entretanto, é possível adquirir esse tipo de treinamento de forma um pouco mais em conta. Na internet, existem diversos tutores de inglês, com as mais diversas especialidades. Uma vez se você encontre um com experiência em agronegócio, este poderá preparar um material exclusivamente voltado para esse setor. No Cambly, por exemplo, encontramos tutores especialistas em agronegócios. Esse é o caso da tutora americana Dawndra B:

 

Para tal, é recomendável que se busque plataformas de ensino de inglês com professores capacitados e, logicamente, que dominem diversas áreas de interesse. Dê preferência para treinamentos online, para que possa estudar, sem interferir nos seus horários.

Dica Extra – Vocabulário

Para começar a usar o inglês no agronegócio, corretamente, é necessário um mínimo de vocabulário. Não estamos dizendo que só se deva começar a falar depois de anos de estudo.

Pode-se começar a falar desde o início de seus estudos. Mas, para que as conversações fiquem mais ricas, é importante ter um conhecimento básico sobre os assuntos.

Por isso, separamos algumas palavras básicas para você expandir o seu vocabulário:

Vocabulário básico de inglês no agronegócio

  • Agribussiness – Agronegócio. Essa é uma tradução ao pé da letra e não existe segredo.
  • Agriculture – Agropecuária. Aqui existe um falso cognato. Apesar de poder ser usado como sinônimo de agricultura (o mais correto é farming, como visto abaixo), agriculture engloba tanto a lida com a terra quanto a criação de animais, para os mais diversos fins.
  • Animal husbandry – Criação de animais para abate, coleta de leite ou de ovos. Refere-se, exclusivamente, a animais domésticos.
  • Beans – Grãos. A tradução mais comum e a que todos pensam ser a única é feijão. Mas esta palavra pode ser usada para qualquer grão usado na alimentação, como soja ou ervilhas. Por isso, em negociações, deve-se tomar cuidado para não enviar o gênero errado.
  • Cattle – Gado. Aqui também utilizado de forma genérica, se referindo a qualquer espécie. Quando se fala em criação de gado, é utilizado cattle ranching, cattle-ranching ou, simplesmente ranching, que também pode ser traduzido como pecuária.
  • Cattle Production – Sinônimo de cattle ranching.
  • Crop – Colheita.
  • Crop rotation – Rotação de colheitas. Uso da mesma terra para várias culturas, alternadamente, para evitar o empobrecimento do solo.
  • Farm – Fazenda. Mas pode ser usada, também para pequenos produtores rurais, não sendo exclusividade de latifúndios. Farm, assim como muitos substantivos na língua inglesa, é usado como verbo. No inglês no agronegócio, farm é usado como produzir, quando de produção rural. Nesses casos, a criação de peixes também é contemplada.
  • Farming – Agrícola. Apesar de não ser uma tradução literal. Mas refere-se a tudo que é rural. Farming methods (métodos agrícolas), farming property (propriedade rural), family farming (agricultura familiar).
  • Grain – Grãos. Refere-se a qualquer gênero alimentício de origem vegetal seco.
  • Herd – Pastorear. Usado para se referir a qualquer animal para a extração de pelos ou outros recursos, sem abater o animal. Pode-se usar também graze e pasture.
  • Monoculture – Monocultura. Uso do solo para somente um tipo de plantio.
  • Moisture – Umidade. Um solo pode estar moist (úmido) ou dry (seco).
  • Seeds – Sementes.

Buscar conhecimento é essencial!

Esse é um vocabulário pequeno, visto que as atividades onde você pode empregar o inglês no agronegócio são bastante variadas.

De qualquer maneira, buscar conhecimentos a aprender mais é essencial no aprendizado de inglês. Sendo assim, caso queira aprender mais sobre o assunto e, ainda, treinar conversação com especialistas em agronegócio em inglês online, acesse o aplicativo Cambly agora mesmo!

O importante é focar, em primeiro momento, no ramo que deseja exercer e manter uma rotina constante de estudos e prática. Esperamos ter ajudado. E até a próxima!

2 comentários em “A importância do Inglês no Agronegócio

  • 14 de abril de 2020 em 09:46
    Permalink

    Adorei as dicas demais!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: