Literatura Africana | 5 livros de autores africanos em inglês para exercitar o idioma

Cada vez mais a Literatura Africana se torna uma referência para a literatura mundial. Por isso, muitos livros escritos por autores africanos são importantes para aprimorar o inglês. Veja cinco deles!

literatura africana girl reads cambly

Você sabia que a literatura africana – principalmente sul-africana – é renomada em todo o mundo? Por exemplo, há autores que são inspirações para diversos escritores americanos e britânicos. No entanto, a maioria desconhece seus trabalhos. Dessa forma, o esquecimento faz parte da vida de muitos deles.

Inclusive, por serem obras escritas na língua inglesa, são ótimas ferramentas para aprender inglês. Neste texto, citaremos alguns livros e autores sul-africanos, onde a língua materna é o inglês. Entretanto, citaremos, também, livros africanos de outros países que também foram escritos no idioma.

Hoje, o foco é literatura africana. Esperamos que gostem da jornada literária! Contudo, fique atento para  exercitar o aprendizado do inglês! Pegue seu material, leia o livro, faça anotações e descubra um novo vocabulário. Confira!

literatura africana leitura com cambly

Literatura africana

Apesar de desconhecida no Brasil, a literatura africana faz muito sucesso no mundo. Alguns foram best-sellers e muitos receberam o Prêmio Nobel de Literatura, como Naguib Mahfuz, J.M Coetzee, Wole Soyinka e Nadine Gordimer. Em outras palavras, a cultura africana escrita é muito importante na esfera global.

Por isso, ler livros africanos em inglês é uma experiência necessária. Conhecer a realidade de outros povos e de outra cultura é essencial para alcançar o sucesso. Além disso, são livros escritos na língua inglesa, o que enriquece o vocabulário em inglês.

Veja, a seguir, cinco livros da literatura africana:

5 livros da literatura africana

Life Time: Stories 1952-2007 – Nadine Gordimer

A obra é de autoria da principal autora sul-africana de todos os tempos, Nadine Gordimer. Veja o resumo:

Organizada pela escritora Nadine Gordimer, esta coletânea traz 21 contos escolhidos pelos próprios autores, que abriram mão de seus direitos autorais. Trata-se de uma amostra representativa do que melhor foi produzido na literatura das últimas décadas. Basta lembrar que cinco dos autores reunidos neste livro ganharam o Nobel de literatura – José Saramago, Gabriel García Márquez, Günter Grass, Kenzaburo Oe e a própria Nadine Gordimer.

Chronicles from the Land of the Happiest People on Earth – Wole Soyinka

O livro é de autoria do primeiro autor negro a receber o Prêmio Nobel de Literatura, Wole Soyinka. Veja a sinopse:

Em uma Nigéria imaginária, um empresário astuto está vendendo partes roubadas de um hospital. A intenção do roubo é realizar práticas de ritual com os corpos. O doutor responsável, Menka, compartilha a terrível notícia com seu antigo amigo de faculdade, engenheiro famoso, Duyole Pitan-Paine. Este que está prestes a assumir um posto de prestígio nas Nações Unidas em New York. Contudo, alguém está disposto a não permitir que ele chegue lá.

 The Lives of Animals – J.M Coetzee

A obra é de autoria do quarto escritor africano a receber o Nobel de Literatura, J.M Coetzee. Veja o resumo:

Convidado a proferir uma palestra na Universidade de Princeton, o escritor sul-africano J. M. Coetzee surpreendeu sua audiência. No entanto, em lugar de um ensaio teórico, ele leu esta inquietante narrativa sobre a relação entre os homens e os animais. Em suma, o romance é protagonizado por uma escritora, Elizabeth Costello, que, assim como Coetzee, se prepara para um ciclo de conferências e discorre sobre as questões filosóficas e éticas que envolvem o nosso trato com os animais. Em outras palavras, é um jogo bem articulado entre ficção e realidade, teoria e prática cotidiana. Coetzee nos conduz por questionamentos sobre a vida e a razão.

Half of a Yellow Sun – Chimamanda

Entre os citados, é a autora mais jovem, Chimamanda. Já recebeu alguns prêmios importantes e está ajudando a literatura africana a ter visibilidade. Veja a resenha do seu livro mais conceituado, Half of a Yellow Sun:

Em meio à guerra fratricida que dividiu a Nigéria com a malograda tentativa de fundação do estado independente de Biafra, um grupo de pessoas busca provar a si mesmas e ao mundo que é capaz não só de sobreviver, mas também de resguardar seus sonhos e sua integridade moral. Contudo, garoto de aldeia, Ugwu procura se ajustar a uma realidade em rápida transformação. Olanna é uma moça da alta sociedade que se torna professora universitária e vive com Odenigbo, que abraça a causa revolucionária.

Dreams in a Time of War: A Childhood Memoir – Ngũgĩ wa Thiong

A obra foi escrita por um autor queniano chamado Ngũgĩ wa Thiong. No início ele escrevia bastante em inglês, como no livro citado, mas hoje em dia escreve em sua língua materna. Veja o resumo do livro escolhido, Dreams in a Time of War: A Childhood Memoir:

É um livro rico em memórias infantis africanas. A obra fala de momentos de guerra, como também sobre sonhos. Ele grava uma era passada, testemunhando o contexto social e político da vida sob o colonialismo e a guerra. Contudo, o foco do livro é o direito de sonhar, principalmente nos piores momentos. Este rico livro de memórias de uma infância africana foi escrito com muita complexidade, contudo, também com muita sutileza e comoção.

literatura afriacana leia no cambly

Quer aprender mais sobre literatura africana e a cultura local do continente?

Se você quer aprender mais sobre literatura africana e sobre a região de maneira geral, procure por professores nativos sul-africanos ou de outros países locais no site do Cambly. Faça uma aula especial sobre o tema África e mergulhe de vez na incrível cultura africana, enquanto aprende inglês! Não é incrível?!

Esperamos que tenham gostado do artigo de hoje! Além disso, não se esqueçam de buscar os livros em inglês citados e praticar. Até a próxima! See ya, folks!

Leia também: Aprenda Inglês com Clássicos da literatura britânica

Deixe uma resposta

FAÇA UMA AULA DE INGLÊS GRÁTIS

%d blogueiros gostam disto: